Ligue para a gente! (41) 3345-3732

Tiro Prático

Categoria:

Precisão, potência e velocidade.

Uma das modalidades que mais vem ganhando adeptos, ultimamente, é a do Tiro Prático. Surgiu no começo da década de 50, e foi regulamentado pela International Practical Shooting Confederation – IPSC, daí o fato de algumas pessoas o chamarem, simplesmente, de IPSC. Essa é uma modalidade bastante dinâmica, que simula situações reais de uso defensivo de uma arma de fogo.

Já é praticado em mais de 60 países. São utilizadas pistolas e revólveres, divididos em diversas categorias como a “Light”, para o calibre .380 Auto; “Standard”, para revólveres e pistolas originais mas revólveres e pistolas competem em categorias separadas; “Open”, para armas que podem sofrer inúmeras transformações, como instalação de miras óticas, compensadores de recuo, carregadores de alta capacidade de munição, dentre outras.

Nessa modalidade, a pontuação final é calculada levando em conta tanto o tempo gasto para atingir os alvos, quanto a precisão dos disparos.

Você tem que atirar o mais rápido possível, no menor tempo possível. O lema e objetivo do IPSC são resumidos pelas letras DVC – Diligentia, Vis, Celeritas – , em latim, significa: precisão, potência e velocidade, sendo o conceito do Tiro Prático.

Os torneios são formados por diversas pistas e, cada pista, simula uma diferente situação de emprego de uma arma de fogo. Umas delas simulam uma barbearia, uma lanchonete, uma casa, um labirinto etc. Quanto mais criativos forem os organizadores do evento, mais interessante se tornam as pistas.

Então galera essa é uma breve história do IPSC. Se você curtiu e tem interesse em práticar é só vir no clube.

[popup url="#"][/popup]